Projeto Compostagem

O projeto de compostagem desenvolvido pelo Instituto Terra Vida tem como principal objetivo implementar ações sustentáveis, atendendo a Política Nacional de Resíduos Sólidos, com um programa de adequação do manejo dos resíduos orgânicos gerados, contemplando os aspectos referentes à minimização, segregação, acondicionamento, identificação, coleta, armazenamento, transporte interno, externo e disposição final, com uma solução inovadora no manejo dos resíduos orgânicos.


1. Compostagem Indoor

Através do processo de bio-otimização com adição de enzimas específicas de forma 100% natural, o resíduo é descaracterizado em 15 minutos, com total controle da umidade, odor, patogenia e sem gerar chorume.




Nossa solução possui tecnologia compacta, flexível, eficiente e limpa, onde são necessários apenas 30 m2 para a instalação de uma unidade em um container, que transforma o resíduo orgânico em um fertilizante riquíssimo, de forma rápida, sem atração de vetores e sem mau cheiro.

Por possuir unidade compacta que não produz odor, a compostagem pode ser realizada no próprio local, evitando transporte do lixo para aterros e ideal para ser implantada em Shopping Centers, Supermercados, Mercados Municipais e Varejões, Condomínios, Escolas, Universidades e Indústrias, que são grandes produtores de resíduos orgânicos de ótima composição nutricional para geração de composto (adubo) de excelente qualidade.

2. Compostagem Urbana

O processo de compostagem é realizado em uma área licenciada, com manejo adequado de solo, controle dos efluentes e de águas pluviais.

As unidades de compostagem por serem modulares, possuem a capacidade de atendimento a partir de mil habitantes. Os resíduos orgânicos, provenientes da coleta urbana e podas, serão classificados conforme sua origem e composição físico-químicos e depois encaminhados para a compostagem a qual terá acompanhamento periódico com análises laboratoriais para assegurar o controle de qualidade.


BENEFÍCIOS DA COMPOSTAGEM:

  • Atendimento à Política Nacional de Resíduos Sólidos;
  • Prática de ações sustentáveis;
  • Redução do material destinado a aterro sanitário;
  • Valorização de resíduos.